sosfaroldesantamarta@gmail.com

Facebook: sosfarol

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Momentos...


"Pena que os homens não se deixam mais encantar pela obra de Deus. Vedaram seus olhos e taparam o ouvido. 

Não enxergam mais as flores, nem ouvem mais o canto dos passarinhos.

O sol e lua não nascem, nem se deitam mais! É a rotação do planeta Terra, pronto! 

Contemplar a natureza é perder tempo e dinheiro.

Tudo é matéria prima para fazer negócios. 

Tudo vira mercadoria a ser explorada, ser comprada e vendida, exportada e consumida!

Por isso os homens derrubam e queimam a floresta, represam e sacrificam os rios, assassinam os animais da mata, envenenam as plantas e os pássaros.


Os homens perderam o coração. Tornaram-se insensíveis, brutos, cruéis. Decidiram matar a vida."

Boca do Rio Maxipanã, São Pedro, março de 2012.






Momentos no Cabo de Santa Marta Grande








Fotos Rasgamar


"Tudo o que acontecer a Terra acontecerá aos filhos da Terra"

Seattle 1853 

domingo, 1 de abril de 2012

Chega de esgoto 2012


Protesto contra esgoto da Prainha do Farol de Santa Marta

Domingo, 1º de abril de 2012, acontece mais um protesto contra o esgoto da Prainha do Farol de Santa Marta - II campeonato infantil “Chega de Esgoto”.

Crianças e adolescentes aliam paixão pelo futebol a Prainha em um só pedido uma praia limpa.

Dezenas de pessoas participaram da manifestação pacifica que tem como objetivo chamar a atenção do poder público para o problema.

“O protesto vai ser anual, daqui em diante vamos fazer manifestações planejadas, pois já faz 20 anos que alertamos sobre o problema”. Afirma João Batista Andrade, presidente da ONG-Rasgamar.

O tema já foi motivo de várias manifestações, discussões, debates e reportagens, mas até o momento não conseguimos sair do papel.

 A situação está piorando e ameaçando a saúde das pessoas que usufruem da faixa de areia no cotidiano, como por exemplo, as crianças da escola que tem a Prainha como área de lazer e diversão.

Sobretudo é uma ameaça a saúde pública, pois o esgoto “in natura” desemboca sobre a faixa de areia, o problema afeta também diretamente o turismo local.

Um documento foi enviado a CASAN em Florianópolis na semana passada pela Associação de Pescadores do Cabo de Santa Marta Grande (A.P.A.Fa) e ONG-Rasgamar para que a estatal realize uma reunião na comunidade e comece a discutir a canalização e tratamento dos córregos que desembocam na Prainha.

A solução já foi apontada pela UNESC em trabalho realizado na comunidade onde aponta para o tratamento em pequena escala.

A primeira etapa é a canalização do esgoto que está junto com o pluvial e depois o tratamento em pequenas estações antes do despejo do efluente.






A criançada deixa seu recado pelas praias limpas sem esgoto e sem poluição.